"And now for something completely different..."

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Moments: 15th Edition

Aquele papo de sempre: Desculpem a ausência, tenho Moments acumulados desde o final do ano passado, espero que estejam todos bem, divirtam-se e cuidado com o macaco.

=====================================

*explicando o caminho pra Campus Party*
Eu: Ou seja, ir até o final da linha azul e pegar um ônibus ou andar 850 metros, ou nos encontrarmos lá se você tiver um jeito melhor.
Ally: Oo
Eu: What? '3'
... Agora fico imaginando um milhão de coisas que a sua carinha possa significar.
"Nossa, mas é muito longe!"
"Nossa, mas é do lado de casa!"
"Nossa, minha irmã gêmea que eu escondo a existência morreu nesse lugar!"
Já me sinto culpado por ter trazido à tona essas lembranças dolorosas.
Desculpa, não precisamos ir num lugar que te machuca tanto, mas tenho certeza de que sua irmã desejaria te ver feliz assistindo uns robôs de 20 mil reais destruindo uns aos outros com marretas, serras e fogo.
...Espero não ter acertado no lance da irmã gêmea morta.
Seria... Nossa, seria muito chato.
Ally: Por que as probabilidades de acertar são realmente imensas.

*jogando rpg na casa do Contriller*
Contriller: Concentre o fogo nas suas mãos e visualize um animal...
Qjn: Ahm... Hm... Eu vejo... Uma capivara!
Contriller: ... Parabéns, você acaba de adquirir a habilidade Capivara de Fogo.

Eu: Onde você quer ir, Queijo? A noite é uma criança!
Qjn: Pra casa, dormir.
Eu: ... Bora dormir. A noite é uma criança, e crianças tem que ir pra cama cedo, não é mesmo?

Ally: Por que do nada todo mundo é fã do Kurt Cobain?
Eu: É? Não reparei em nada, estão sendo fãs? É aniversário dele ou coisa assim?
Ally: Sim. Você chuta uma moita, saltam nove fãs.
Eu: Welp, chute bem essas moitas.
"Com licença garçom, tem um fã na minha sopa."
Ally: "Kurt Cobain is so hot" *imagine that with Chipmunk voice*
Eu: "Yes, this is our new hot soup, called Kurt Cobain. Be careful not to burn your tongue."
Ally: "It can be a hell of a shot."
Eu: "Sorry madam, no guns allowed in this establishment." *throws away Guns and Roses disc*
Ally: "Wait? What?"
"NEVERMIND"
"Would you like to eat a BIG CHEESE while waiting your order? He comes in a HEART SHAPED BOX."
Eu: "Oh, I dunno if I am dressed properly for the situation."
"Nonsense, madam. Please, COME AS YOU ARE."
Ally: "Perfect dressing. You even SMELLS LIKE TEEN SPIRIT."
Eu: "Sorry, I farted."
Ally: "... Anyway, about the cheese, we can make it right now. I'm gonna go to the cow and MILK IT."
Eu: ... E em que parte nós somos diferentes dos fãs que você estava reclamando mesmo?

Eu: Orientais eu nunca namorei, elas são difíceis. 
Contriller: Eu já fiquei com uma oriental, ela era dessas difíceis.
Eu: E o que você fez, lutou com o pai dela pela honra dela?
Contriller: Sim, e no final ele cometeu seppuku.
Eu: Wow, vocês tiveram que assistir?
Contriller: Sim, com cerimônia e tudo.
Eu: Maneiro. E a garota?
Contriller: Acho que nós nos beijamos uma vez e depois eu vazei.
Eu: ... Oh.
(essa foi a cena mais Scott Pilgrim da minha vida -q)

Eu: Eu queria muito, MUITO ir dormir AGORA.
Mas o almoço tá bom demais pra ser ignorado...
Maior exemplo que já tive de First World Problems.
Se eu ao menos pudesse comer e dormir AO MESMO TEMPO, meua migo...

Eu: Em tempos de protesto, eu abro uma matéria sobre a física por trás da Lua se afastar da Terra... E encontro o comentário: "Ela se afasta por vergonha do Brasil."
Gente, calma.

Stryder: *com baquetas do Rock Band cruzadas nas costas* ... Você conhece os ninjas?

*picks and bans do lolzinho*
Riven: Top.
Eu: Top.
Riven: Pedi top primeiro, amigão.
Eu: Não me chame de amigo.
Outro jogador 1: ...
Outro jogador 2: Vish.
Outro jogador 3: Que cara nervoso.
Riven: Posso te chamar de colega?
Eu: ... Pode me chamar de amor.
*risadas*
Eu: *locka Volibear* Ou de Amigo Urso. -q
Outro jogador 3: Isso foi... Aleatório.

*situação imaginária*
Herói: Lá vai o meu último recurso... RAIO DA OITAVA SÉRIE! *pruuuuuuu*
Vilão: *derrotado e saindo fumaça* ... O que foi isso? Onde você aprendeu isso...?
Herói: Ué, o Raio da Oitava Série. Todo mundo aprende isso na... Oitava série.
Vilão: Quê? Maldição, eu devo ter faltado nessa aula.

*situação imaginária no. 2*
Vilão: *tranca herói em uma cela indestrutível* Behold my masterplan... The Shrodinger Person!
Herói: *morre e dá respawn do lado de fora* Haha, escapei!

Qjn: *cantando* I would love to spend another 30 lives with you~
Capelo: 30 vidas é muita coisa, cara.
Pato: Depende. 30 vidas de abelha são tipo, 7 meses.
Capelo: Porra, mas vida de abelha é uma bosta.
Eu: Ela caga mel, então pra ela até uma vida de bosta é algo doce.

Qjn: Vai cagá, Ata-kun.
Ata: Que rude ;;
Qjn: Hoje em dia todo mundo dá rude
...
sandstorm..
Ata: Pqp, essa foi mítica.
Super voto em elegerem o Quejinho o Deus da Internet. -q
Qjn: Infelizmente a internet é uma entidade própria e não dá pra ser o deus dela (eu sei porque eu tentei).

Qjn: O que importa na realidade não é o molho que você coloca no lanche, mas sim o molho no seu coração.

Qjn: Vsf, não é nem meio dia.
(12:07 PM)

*K-2 sendo K-2 até em outros idiomas*
Eu: I am heating up my food, it's lasagna.
Celestia: Oooh, lasagna is so cool!
Eu: ... Yeah, that's why I'm heating it.

Envy Adams: Saudades dessas suas piadas~ xD
Eu: ... Sério? Você deve ser masoquista.
Envy Adams: Eu adoro piadas ruins.
Eu: Sabe o que é uma piada ruim?
A vida.
Adore a vida. -masoq
... Acabo de pensar: Seria "masoq" abreviação de masoquista?

Eu: ~The unexpected petting is the purriest~

*falando de uma personagem minha*
Eu: She's literally mine for me to do whatever I want with her. ... Literally as in literature.

*sendo convidado para entrar numa chamada de áudio com um grupo filipino*
Eu: But they'll be all talking with that pinnoy accent.
Xiel: What's the problem with pinnoy accent?
Eu: ... Its pinnoying.

Capelo: Indo.
Eu: Estando.

Eu: Quer vir jogar?
Nasseti: Não, eu dormi as 5 da manhã trabalhando em um relatório pra segunda.
Eu: Relatório - Dia 584:
Eles ainda não sabem que eu sou um cachorro.
Nasseti: Dia 669: 
Hoje eu vi altas putarias que não eram destinadas aos olhos humanos, mas tá tudo bem, eu sou um cachorro.
Eu: Dia 826:
Uma fêmea me chamou de "cachorrão". Ela sabia demais, então tive que esconder o seu corpo debaixo do quintal. Como ela descobriu? Preciso investigar, fareijar.


2 comentários:

Contriller disse...

quase chorei de rir aqui kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Marcelo »Quejo disse...

MY CAPYBARA IS ON FIREEEEEEEEEEEE