"And now for something completely different..."

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Prefiro Ser...!!!

“Não tenho nada contra pessoas normais. Só que elas são... Sem graça.”
- John Lennon

Há muito tempo percebi que não me encaixava nos padrões das pessoas, e ficava meio de fora das atividades dos grupos mais normaizões. Foi aí então que percebi que as pessoas diferentes faziam coisas mais divertidas, tinham conversas mais engraçadas e interessantes, e entre elas eu era mais bem lembrado.

Atualmente, não tento mais nem falar por aí com pessoas que sejam "normais demais", e apenas converso com pessoas que me parecem... Diferentes, destacadas. E num mundo aonde o normal chega a ser tão fútil ou interesseiro, ou egoísta, cruél... Ser diferente pode ser muito bom, quando no bom sentido, claro.

Eu gosto de pessoas peculiares, com todos os seus defeitos, não importa. Foda-se se você é atrapalhado(a), fala de um jeito esquisito, tem uma aparência que atrai olhares tortos na rua ou te julgam como um WEIRDO assim que você se levanta. Eu acho mais divertido conhecer pessoas assim, acho que valem muito mais e são amigos(as) mais verdadeiros(as), até na distância, até quando nem se passa tanto tempo assim com a pessoa.

“A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.”
- Charles Chaplin

Eu vejo a vida bastante como um filme de cinema. Quero conhecer personagens legais, me encontrar em papos ou situações absurdas, com participantes que trazem todas as suas características, bizarras e interessantes, para as cenas. Quero SER um personagem divertido e que fique na lembrança de alguém, ou que pelo menos deixe a cena brevemente mais legal.

Não estou dizendo como se cada um fosse o protagonista de seu filme, muito pelo contrário... Porque aí, tendo todas as luzes focadas na gente, somos todos ainda desinteressantes demais pra ser o centro de um filme, seria até bem chato.

Estou dizendo como se cada um de nós fosse um personagem de um grande filme, e cada um de nós tem seu papel, aonde temos nossas cenas curtas ou participamos de cenas maiores. E eu procuro me cercar de pessoas assim, esquisitas. E também sou assim, esquisitão. Num sentido que eu acho muito mais divertido e gostoso que o “normal”.

Posso dizer que, se eu converso com você e digo que sou seu amigo, é certeza que eu te acho uma pessoa legal, com quem aprecio compartilhar a cena. Afinal, eu sou na minha demais pra protagonizar qualquer coisa, então preciso de pessoas realmente divertidas que criem a cena em que eu possa estar tentando deixar ainda mais legal, interessante, ou nonsense. Quero divertir, enquanto eu me divirto.

Não como se a vida seja apenas para ter graça... Mas acho que o importante é ter um sorriso no final da coisa toda. Afinal, isso tudo só pode ser uma grande comédia.



“So always look on the bright side of death
Just before you draw your terminal breath
‘Cause life's a piece of shit
When you look at it
Life's a laugh and death's a joke, it's true
You'll see it's all a show
Keep 'em laughing as you go
Just remember that the last laugh is on you!”

- Monty Python

2 comentários:

Bee :3 disse...

Waaaaaa *o* -clap clap clap-
Adorei seu post, Alpaca *----* ~

Marcelo »Qejinho disse...

Ah, mas bem que vocÊ se incomoda quando eu invado seu espaço pessoal! xD