"And now for something completely different..."

domingo, 28 de novembro de 2010

Pra Ninguém, e Pra Todos

O que acontece
Para que alguém se torne tão falso?
O que é preciso
Para que alguém se torne tão frio?
O que se passa
Para que uma pessoa minta para si mesma?
Como alguém pode preferir
Viver superficialmente, sem se apegar?

Quando uma pessoa escolhe a mentira?
Quando uma pessoa não dá aos sentimentos
Sua verdadeira importância?
Quando uma pessoa passa a preferir o superficial?
Quando uma pessoa prefere usar
E ser usada, sem ter mais nada?

Daonde vêm as mentiras? Para onde vão aquelas boas verdades?
Quando algo começa no topo e só começa a descer
É certeza de que nunca mais vai crescer?
Quem convive com isso sem se odiar? Deve trazer muitas facilidades...

Sempre tive tanto a dizer e a oferecer, mas chegado até aonde chegou
Foi apenas um capricho que você se permitiu, que nem devia ser?
Quando a magia e o querer morrem tão rapidamente, deve-se seguir em frente?

O que eu digo quando não ouço mais nada?
O que eu digo se tudo que eu sinto parece uma piada?

Devo ter uma placa de RETARDADO pendurada no meu pescoço...

Well, fuck it.
Ou não.
Sorry.
Não é tão simples.

"Eu tinha tanto a lhe dizer ,
Pena que você não queira nem saber.
[...] Mas tudo bem não tem nada não!"

Matanza


(nevermind, estava apenas divagando, quem quer sorvete de chiclete?)

3 comentários:

Bee :3 disse...

0_0
Post bom,mas o que houve?D:

Bruno Antonelli disse...

Apenas uma divagação, tudo que queria escrever ta aí, tudo pensamentos corriqueiros... =]

Jeremias disse...

Bem vindo ao clube